Fazendo um test-drive-to-home


às 01:48

Imagine uma loja em que o cliente pode levar o que quiser de graça. Imagine que os produtos ali oferecidos são todos lançamentos de ponta, muitas vezes ainda nem vendidos nas lojas tradicionais.

Essa loja existe e fica no bairro de Harajuku, em Tokyo.


Inaugurada em julho de 2007, a Sample Lab utiliza essa dinâmica como uma forma de se relacionar com um cliente diferenciado.

Funciona assim: o candidato a cobaia se inscreve pagando uma taxa de ¥300 (R$ 7,86). Uma vez membro, ela ganha passe livre para entrar na loja. Basta passar o QR Code instalado no celular na leitora.

Lá dentro há uma variedade de futuros lançamentos, de diversas companhias. Tem de tudo. De cosméticos a molho de churrasco. De meias-calça a equipamentos de ginástica.

O cliente vai lá, experimenta, faz todos os testes que sentir vontade e leva para casa aquilo que gostar (no máximo 5 coisas por visita, ou por mês... vi as duas opções nos sites por aí e não consegui confirmar qual das duas é correta =/).

Em troca, a loja só pede que o cliente pague uma anuidade de ¥1000 (R$25,77) e responda a questionários detalhados acerca de suas impressões sobre os produtos testados.

Esquema hein. XD

Mel Posunetto, a agência de marketing por trás da idéia, acredita que a loja tem duas principais virtudes:

- Quando se cria um espaço dedicado a testes, a coleta de feedbacks fica facilitada e as agências conseguem traçar melhor o perfil do consumidor e suas preferências de consumo.

- Um ambiente que se propõe a oferecer os últimos lançamentos das marcas acaba atraindo pessoas antenadas com as novidades do mercado, que também são formadoras de opinião. Assim, é provável que a propaganda boca-a-boca esteja garantida (se o produto for bom).

O site oficial da loja você encontra aqui (em japonês).

Fontes: Na medida, Springwise
Compartilhe: 
5
Comentários
4 de fevereiro de 2009 09:57
Hirow :

Vc viu que se vc tiver contatos, vc pode abrir uma franquia internacional ? hahaha
Alguem que tah lendo aki topa ? hahaha

\
4 de fevereiro de 2009 13:51

O que seriam os contatos? Eu nao entro com a grana hahahha

Acho q devem ser 5 objetos por mes... pq 5 por dia eh um monte Oo

\
4 de fevereiro de 2009 15:06
Hirow :

Tem que devolver ? Pq aki no Brasil seria mais "dar" do que "emprestar"
hauhauahu

\
4 de fevereiro de 2009 18:42

Acho q nao haveria problema em ser "dado"... se bem que como a pessoa q retira o produto eh cadastrada, nao eh tao dificil de exigir retorno... como em uma locadora de filmes...

\
5 de fevereiro de 2009 04:17

Huahua.. tem que devolver não... é teu.. XD

Comente

ARQUIVO DE IMAGENS
Zionn / De.Pinque designed by ZENVERSE | Converted by Blogger Template Place | Collaboration One-4-All